sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A importância das brincadeiras




Pode existir combinação mais perfeita do que a dupla criança e brincadeira? A gente duvida muito, pois na infância não existe nada tão gostoso quanto brincar, brincar, brincar! E o melhor lado da história é que se divertir e colocar a imaginação para funcionar não é apenas um passatempo: os jogos e brincadeiras são fundamentais para o desenvolvimento físico e psíquico da criançada.
Brincar é mesmo o melhor jeito de as crianças expressarem seus sentimentos, aprendendo a lidar na fantasia com situações que fazem parte da realidade. Nesse sentido, os jogos lúdicos são a melhor ferramenta para preparar os pequenos para a vida.

Afinal, é através das brincadeiras que a criançada pode experimentar o mundo, saber que toda ação tem uma reação, vivenciar diferentes personagens sociais, aprender a andar em grupo e também compreender que, às vezes, a gente ganha e, em outras, a gente perde.

Além disso, com as brincadeiras, a criança testa os limites do corpo, estimulando o desenvolvimento de suas habilidades motoras, como o andar e a linguagem.

Vale brincar com jogos eletrônicos?

Embora a família deva sempre privilegiar as brincadeiras ao ar livre, alguns brinquedos ou jogos eletrônicos, assim como a internet, também podem contribuir para o desenvolvimento do raciocínio e do reflexo da garotada. Os pais devem ficar atentos, entretanto, à faixa etária recomendada e ao estilo dos brinquedos e jogos, optando sempre por aqueles que têm conteúdo educativo.

O que não vale é reduzir o mundo das brincadeiras a esse tipo de entretenimento: seu filho precisa vivenciar os diversos tipos de brincadeiras, não ficando limitado a uma só experiência.

Dessa forma, o ideal é limitar bastante o tempo do videogame, brinquedos eletrônicos e computador e priorizar brincadeiras simples, mas eficientes, como empinar pipa, pular corda e elástico, andar de bicicleta, jogar bola, brincar de boneca, de esconde-esconde, enfim, deixar a energia correr solta!

Brinquedos como massas de modelar, livrinhos de pintar, dominó, laboratório de ciência, quebra-cabeça e instrumentos musicais também estimulam a criatividade das crianças. Por isso, lance mão desses artifícios quando o tempo estiver feio e a criança não puder brincar ao ar livre.

Para finalizar, é importante lembrar que a experiência de brincar fica ainda mais divertida quando os pais se envolvem nos jogos, o que aumenta a cumplicidade e os laços entre a família!

2 comentários:

  1. Adorei a foto!!!
    De uma liberdade :)

    Bjks =*

    ResponderExcluir
  2. Oi Erica tudo bem?
    Gosto muito de vim aki viu
    bjim

    ResponderExcluir

OBRIGADA POR BORBOLETAR POR AQUI!!!
ღ¸.•*•.¸...Érica...ઇ‍ઉ ♥´¯`*•.¸¸♥